sexta-feira, 24 de setembro de 2010

"Escrito nas Estrelas":"Resultado de uma produção apaixonada e 100% integrada."

Pelo Jornalista,Jorge Brasil

"Estou muito ansioso com a estreia de Araguaia. As duas últimas novelas das 6 da Globo foram simplesmente sensacionais e, com isso, a responsabilidade da trama de Walter Negrão cresce a olhos vistos… Cama de Gato foi irresistível, um gol de placa de Duca Rachid e Thelma Guedes. E Escrito nas Estrelas encantou com toda a alta carga de emoção que uma história de amor de outras vidas pode carregar.

Mas enquanto não tenho como julgar a nova produção do horário, vou me restringir ao belíssimo trabalho de Elizabeth Jhin.

Escrito nas Estrelas é tão especial, que se torna até difícil falar dela. Para começar, aconteceu um feito raríssimo. Não tenho um ponto negativo a destacar. Nada. Nem da história, nem do elenco… Nada mesmo. Pensei em fazer um foi bem / foi mal, mas não consegui. E isso me deixou tão feliz, porque prova que você não precisa de uma superprodução, atores milionários ou tramas rocambolescas para fazer um produto de qualidade. E de sucesso. Sim, porque Escrito nas Estrelas foi um grande sucesso.

Elizabeth Jhin
Humberto Martins, Suzana Faini e Jayme Matarazzo

Para começar, faço questão de citar e parabenizar todo o elenco da novela, citando os atores em ordem alfabética: Alexandre Lemos, Alexandre Rodrigues, Antonio Calloni, André Gonçalves, Ana Paula Bouzas, Anna Rita Cerqueira, Ary França, Bel Kutner, Bia Sion, Bruno Pereira, Caca Amaral, Carol Castro, Carlos Vereza, Celso Frateschi, Cristina Amadeo, Claudio Galvan, Ewe Pamplona, Eduardo Mancini, Giovana Ewbank, Gisele Fróes, Gilberto Torres, Isabela Meirelles, Izak Dahora, Cassia Kiss, José Rubens Chachá, João Victor Granja, João Fernandes, José Bittencourt, Lucci Ferreira, Luisa Gonzáles, Lincoln Tornado, Manuela do Monte, Marcelo Faria, Marina Ruy Barbosa, Matheus Costa, Maria Clara Mattos, Marcela Tinti, Murilo Grossi, Nica Bomfim, Paulo Vilela, Paula Tolentina, Pia Manfroni, Rosane Gofman, Rosana Dias, Simone Soares,Thelma Reston e Yago Machado.

Talentos inquestionáveis! Mas me dou ao direito de reservar um espaço especial para aplaudir três mestras: Suzana Faini, Walderez de Barros e Jandira Martini. O veterano Humberto Martins e o novato Jayme Monjardim fizeram seus primeiros protagonistas e arrasaram ainda mais na reta final da novela.

Zezé Polessa e Débora Falabella garantiram os melhores momentos cômicos da historia e Daniela Fontan foi uma grata revelação. Nathália Dill provou mais uma vez que é a melhor atriz jovem da Globo e Carolina Kasting deu um banho como a fria e obsessiva Judite.

E o que dizer de Alexandre Nero? Já fiz um post inteiro sobre ele, mas foi pouco. Tinha enorme alegria de me sentar diariamente em frente à telinha para assisti-lo e nunca me decepcionei. Se esse cara não ganhar um prêmio por sua atuação excepcional do calhorda Gilmar, nem sei o que faço da vida…

Alexandre Nero

Mas a matéria prima para essa galera brilhar saiu da cabecinha danada de inteligente e sensível de Elizabeth Jhin. Só para ficar restrito à última semana da novela, essa mulher criou diálogos arrebatadores – como o acerto de contas de Ricardo e Vicente e os embates de Viviane com o médico – e, no mesmo capítulo, matou a gente de rir com as trapalhadas de Beatriz e Sofia e com o duelo verbal das irmãs Gildete e Zenilda.

Mesmo quem não acredita em reencarnação e não reza na cartilha do espiritismo se emocionou com o amor de outras vidas de Ricardo e Viviane. E chorou com a difícil aceitação de Daniel de que ele não pertencia mais ao mundo dos vivos. É impossível não comentar também a forma delicada e séria com a qual foram abordados temas polêmicos, como o preconceito sexual contra os bailarinos e a Síndrome da Alienação Parental (quando os pais tentam jogar os filhos contra o cônjuge durante a separação).

Lindo demais, Beth! Para coroar tudo isso, Rogério Gomes e sua equipe de diretores se esmeraram em cada detalhe, não desperdiçando nada do que sua autora desenvolvia ou do que seus atores realizavam em cena. Resumo da ópera: Escrito nas Estrelas foi um trabalho de altíssima qualidade, realizado por um grupo apaixonado, dedicado e totalmente integrado. E a gente, aqui da poltrona só tem a agradecer. Muito obrigado, galera!"

PS do Blogueiro :

O blog "Escrito nas Estrelas:O melhor da novela!" termina aqui , com a missão cumprida de ter informado há vocês internautas de plantão , toda as aventuras e emoções da trama de Elizabeth Jhin... E eu só tenho que agradecer a toda a produção da novela , que nos encheu como Jorge Brasil disse: "Resultado de uma produção apaixonada e 100% integrada." Amanhã , iremos postar o fim completo da trama com fotos e vídeos , e a audiência do último capítulo dessa linda história de amor!

E não percam hoje: O ÚLTIMO CAPÍTULO de "Escrito nas Estrelas"!

Um comentário:

  1. Vou sintir muitaaaaaaaa fata da novela
    adorei o blog...E ameii a final da novela

    ResponderExcluir